Coragem, medo e a Terapia Floral

trapezioO medo é uma epidemia na Terra.

Desde que nascemos aprendemos a cultiva-lo como um íntimo amigo que nos protegeria dos inimigos.

Medo dos vírus. Medo de amar e ser abandonado. Medo de nunca mais amar.

Medo de começar um novo trabalho e de perder o emprego.

Medo de casar. Medo de ficar só.

Medo de viver. Medo de morrer.

Medo do humano. Medo do inseto. Medo do invisível.

Medo da mente que sonha: e se o sonho não se realizar?

Medo da mente que não sonha: o vazio amedronta?

Medo de confrontar o medo.

Medo do capitalismo, da moda. Medo das ditaduras.

Medo do consumismo. Medo do comunismo.

Medo do medo.

Medo de sequestro.

Medo de não ser visto. Medo de não ser amado.

O medo congela. Trava. Faz o esconde. Ou então feito fera ataca e fere.

Medo da sombra.

Medo da Luz.

Medo da sombra que a Luz projeta. Será?

Medo da dúvida.

A saída não é óbvia.

Só a coragem de enfrentar não vence o medo.

O medo há de ser vencido pelo amor a vida.

Pois só no amor há o aconchego, o encontro, o conforto.

Só no amor a beleza se acende.

Educar-se para o amor pode ser a alternativa para enfrentarmos as horas de temor desta nossa civilização.

O amor impulsiona a vida. Gera saúde e bem estar.

Quem ama torna o viver mais leve e audacioso. Promove pequenas alegrias, as reais, e renova as esperanças.

Dr. Edward Bach sabia disso quando criou os Florais de Bach na Inglaterra em meio há epidemias e guerra, onde o medo e o terror eram evidentes.

Por isso em seu sistema de Essências Florais encontramos florais que nos ajudam a transformar a energia do medo, diluindo-a com forças de vida, de coragem, de amor.

Mas depois dos Florais de Bach muitos outros Sistemas de Florais foram criados nos quatro cantos do mundo, e todos desenvolveram florais que cuidam daqueles que enfrentam os mais diferentes medos.

A Terapia Floral, dentro de um contexto de tratamento, cuida daquele que enfrenta medos os mais diversos, fortalecendo o amor e a coragem de viver sua vida, aliviando estados ansiosos, de pânico, e dos medos menores aos grande medos.

Viver na ausência total do medo não é saudável neste planeta Terra. Mas viver o medo patológico, generalizado, que hoje sentimos é cruel, torna-nos não confiáveis, porque desconfiados de todos.

Transforma-nos em criaturas mais violentas.

Faço um convite ao amor. Enfrente o medo. Busque saídas. Cultive o amor e a coragem de viver.

Vai ser preciso desarmar os pensamentos. Que tal iniciar a prática da meditação?

Vai ser preciso desarmar o pânico? Respire devagar.

Quer ajuda das essências florais para fortalecer os pensamentos positivos, para aliviar medos e ansiedades? Comece buscando um Terapeuta Floral em sua cidade, para iniciar este cuidado integral do seu bem estar, em busca da liberdade de viver sem medo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *