Paternidade

paternidadeAcho muito interessante o quanto se tem falado sobre a paternidade, no Brasil e em boa parte do mundo, nos últimos anos.

O tema é de importância, sensibilizando até mesmo a indústria do entretenimento. De alguns anos para cá foram lançados diversos filmes tratando do assunto, e de uma forma ou de outra o ponto central é sempre o da tentativa da reconstrução dos elos entre os pais e seus filhos e filhas.

No Brasil houve até um programa de televisão com um quadro sobre ações judiciais pela busca de reconhecimento da paternidade.

Nesse programa o olhar é o do filho ou filha que vai em busca de seu pai, mostrando sempre o sofrimento pela ausência, a esperança do encontro e de ser aceito e amado, para poder seguir com sua vida.

De imensa importância esse quadro, na medida em que temos estatísticas alarmantes sobre o número de filhos sem reconhecimento de paternidade no Brasil, ou seja, que trazem sua certidão de nascimento sem constar o nome do pai.

A campanha pela Paternidade Responsável é uma realidade no Brasil.

Mas também é grande a quantidade de lares no Brasil onde há a ausência da figura paterna, e ainda que este pai tenha reconhecido seu filho/a segundo as leis do país, ele esta completamente ausente da função de pai. Existem gerações de pessoas vivendo assim, tendo o pai reconhecido seu filho/a ou não, lares onde mulheres são o esteio emocional, espiritual, e material da família.

Assim como existe uma questão, quase invisível, em nossa sociedade, que é a das crianças que tem na figura do pai alguém que só se percebe como pai na figura de provedor do filho/a.

O interessante é que, em boa parte dos casos, esses pais moram na mesma casa que seus filhos/as, mas se dizem muito ocupados, e por isso não tem tempo para suas crianças.

São homens que dão de tudo, materialmente falando, para os filhos/as mas que não “se doam”. Não se abrem para a convivência. Não sabem brincar, não sabem conviver, e nem educar.

Sofrimento para os dois lados em questão, na certa.

Se até alguns anos atrás em meu consultório, de terapia floral, havia inúmeros casos de pessoas querendo resolver sua relação com sua mãe ou suas questões como mães, hoje é comum também os casos de homens querendo rever seu papel como pai ou de pessoas querendo curar sua relação com o seu pai ou com o tema da “paternidade”.

Quando se cuida da questão da paternidade temas como rejeição, raiva, angustia, ausência, magoa, solidão, abandono, controle, autoestima, autoridade e confiança, vem a tona.

E no caso das mulheres a questão mal resolvida com o pai aparece também nas relações afetivas.

Inúmeras essências florais cuidam das questões arquetípicas relacionadas à figura do pai.
Algumas das mais utilizadas são:

blue-flowers

*1

Baby Blue Eyes – Flower Essence Society – Florais da California

Esta linda flor azul ajuda aqueles que na infância sofreram com a falta de apoio da figura paterna, seja por sua ausência ou porque tiveram um pai abusivo, agressivo, intransigente, violento, viciado, o que resulta numa pessoa desconfiada, que vive na defensiva, que usa do cinismo ou da ironia como defesa nas relações, por ter tido sua inocência maculada, o que, também, dificulta a relação desta pessoa com Deus.

Sunflower – Flower Essence Society – Florais da California

O Girassol fortalece o senso de identidade e ele é uma das essências florais chave para a reconstelação do arquétipo do pai em nossas vidas. Tanto ajuda o homem que é pai quanto aos filhos em sua relação com o pai e com o senso de autoridade interior.

Saguaro – Flower Essence Society – Florais da Califórnia

Para aqueles que tem conflitos com autoridade e que muitas vezes rompem com seu pai, numa tentativa de se distanciar da linhagem familiar. Esta essência floral ajuda na promoção do resgate do sagrado na relação familiar, bem como do respeito pelos ascendentes.

Red Helmet Orchid – Bush Flower Essences – Florais da California

Uma essência floral, que é um verdadeiro tônico, para fortalecer ou restaurar o vínculo entre pai e filho. Ajuda aquele que procura ser mais responsável como pai. Trabalha temas como sensibilidade, respeito e consideração.

Quince – Flower Essence Society – Florais da California

Para aquele que é pai e precisar dosar melhor as forças masculinas de assertividade, comando e liderança, com as forças femininas de sua alma, para cuidar de seu filho com um amor nutridor, e não de forma autoritária, agressiva ou dura demais.

Pine – Healing Herbs – Florais de Bach

Para os que trazem dentro de sua consciência a voz paterna gerando acusações e culpas indevidas.

Holly – Healing Herbs – Florais de Bach

Para o sentimento de raiva tantas vezes presente nas relações entre pai e filho/a. Uma essência floral de paz e reconciliação.

Yellow Star Tulip – Flower Essence Society – Florais da California

Para criar uma escuta sensível do outro, gerando empatia, fortalecendo o entendimento, criando possibilidades para a compaixão.

Black Kangoroo Paw – Living Essences – Florais da Living

Para quando a relação de pai e filho/a gera sentimentos de raiva, magoa, dor, ódio, e ressentimento, difíceis de serem esquecidos, e que podem gerar rompimentos. Um tônico de limpeza para a negatividade, acordando a sensibilidade necessária para a reconstrução da relação.

Evenging Primrose – Flower Essence Society – Florais da California

Um floral para o sentimento de rejeição. Importante para aqueles homens que por terem se sentido rejeitados na infância tem medo de se tornarem pais.

6954492702_3a0e4b5ef0

*2

Coreopsis – Flower Essence Society (experimental) – Florais da California

Essa linda margarinha amarela cuida das questões do arquétipo paterno mal resolvidas na adolescência, o que pode gerar falta de auto confiança, dificuldades para manifestar as ações necessárias quando a pessoa se sente tensionada por sobrecarga emocional ou por afazeres. Uma essência floral que ajuda a trazer foco, radiância da personalidade, compreensão dos assuntos que o tensionam simplificando-os, e ação centrada.

*1 http://www.grahamowengallery.com/photography/Flowers/blue-flowers.jpg
*2 http://www.missouriplants.com/Yellowopp/Coreopsis_lanceolata_flowers2.jpg

Clique aqui e leia mais: Crianças e Palmadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *